SAÚDE

  • Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro

Em 2017 foram reabertos 107 leitos de internação e 15 de UTI. Também foi feita a recuperação do aparelho de tomografia computadorizada e de mais de 100 equipamentos que estava parado, como equipamentos de monitorização e estavam sem funcionar.

Desde janeiro de 2018, o HMMDOLC está credenciado para receber novos recursos específicos na realização de cirurgias oncológicas. A habilitação ocorreu depois de um pedido do prefeito Odelmo Leão ao então ministro da Saúde, Ricardo Barros, ainda em 2017. Na prática, o credenciamento garante que o Ministério da Saúde repasse ao município mais R$ 2,7 milhões ao ano para a realização dos procedimentos, aumentando a receita do hospital na realização destas cirurgias.

Abertura dos serviços de cardiologia e montagem da sala e composição da equipe de hemodinâmica. Além disso, também foi liberado ao município o recurso de R$ 3 milhões, proveniente do Ministério da Saúde, para que o atendimento do setor cardiológico seja ampliado. Início dos serviços de hemodinâmica, em parceria com o HC-UFU. Foram realizados 162 procedimentos até o momento. Credenciamento do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro para efetuar cirurgias cardíacas.

 

  • Unidade Centro do Hospital Municipal

Desapropriação da antiga estrutura do Hospital Santa Catarina, no centro da cidade. O hospital foi interditado e fechado em 2016 após serem detectadas irregularidades. No início da pandemia da Covid-19, o prédio foi adaptado e reestruturado pela Prefeitura para receber pacientes da doença. Houve significativa abertura de leitos de enfermaria e de UTI e investimentos de reforma e readequação do espaço hospitalar que funcionou como anexo do Hospital Municipal, mas agora passa a ser uma nova unidade permanente de atendimento à população de Uberlândia.

 

  • Implantação do Método Canguru

Um modelo de assistência aos bebês prematuros e à família, que consiste em manter o contato pele a pele entre o recém-nascido de baixo peso e os pais ou outros familiares, favorecendo ainda o estímulo ao aleitamento materno.

 

  • Mutirão de Traumatologia

Realização de uma força-tarefa na ala cirúrgica. A medida foi uma iniciativa da Secretaria de Saúde para dar assistência aos idosos, que estavam nas UAIs (2017), aguardando por cirurgia de fratura do colo de fêmur, além de outros pacientes que precisavam de cirurgia da traumatologia.

 

  • Aumento de Hemodiálises

O número de hemodiálises (média 256/mês), devido demanda de pacientes dialíticos na rede e dificuldade de vagas nas clínicas.

Melhor em Casa: gerenciamento dos leitos de crônicos, preparando familiar ou cuidador encaminhados ao Programa Melhor em Casa para desospitalização dos pacientes da Clínica Médica;

 

  • Solução conjunta com Ministério Público

Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Prefeitura Municipal de Uberlândia e o Ministério Público do Estado de Minas Gerais permitiu que a Prefeitura aperfeiçoasse a prestação de serviços em Saúde na cidade e desse prosseguimento aos processos de extinção da Fundasus (criada irregularmente pela gestão anterior) e Fundação Maçônica Manoel dos Santos. Uma das medidas foi o repasse temporário da administração das Unidades que estavam sob responsabilidade da Fundasus e FMMS, para a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), mesma entidade que dirige o Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro, garantindo os direitos trabalhistas dos funcionários.

 

  • Siate

Implantação do novo sistema em parceria com o Corpo de Bombeiros. Um projeto pioneiro, com equipe multidiciplinar composta por médico, enfermeiros e técnicos de enfermagem, com acesso online ao prontuário eletrônico do paciente, com todas o histórico de atendimento de saúde do paciente.

 

  • Aplicativo Saúde+ Uberlândia

Com a ferramenta, a população tem acesso à diversos serviços: consultar agendamentos de consultas, exames e cirurgias; quantos pacientes aguardam por atendimento em cada unidade de saúde, para definir qual uai procurar; saber em qual unidade está disponível o remédio receitado na rede municipal; acompanhar quais vacinas precisam ser atualizadas; qual a unidade de saúde mais próxima e a melhor rota; avaliar o atendimento oferecido na Unidade; enviar sugestões, tirar dúvidas ou fazer reclamações na ouvidoria; acompanhar notícias e receber avisos.

 

  • Programa Uberlândia + Saúde

Hospitais e clínicas particulares que tenham débitos com a Prefeitura, podem quitar as dívidas oferecendo serviços para diminuir as filas de espera. Já foi assinado o contrato com o Hospital Madrecor, para a realização de cirurgias de Vesícula e Hérnia.

 

  • Atenção Primária

Acompanhamento e monitoramento de pacientes com microcefalia associada ao Zika vírus, bem como as demais doenças relacionadas ao Aedes aegypti, em toda a rede.

Construção da Carteira de Serviço da APS do município, com aprovação do Conselho Municipal de Saúde Vinculação da gestante do município as Maternidades HCUFU e Hospital Municipal.

Distribuição de materiais e equipamentos em todas as unidades de atenção primária e no Programa Melhor em casa, através de Emenda Parlamentar.

Publicitação das escalas de profissionais na rede municipal de saúde.

Intensificação da coleta de citologia do colo do útero na população feminina, prioritariamente na faixa de 25 a 64 anos.

Intensificação de realização de mamografias na população feminina, prioritariamente na faixa de 50 a 69 anos e demais situações de acordo com o protocolo.

Descentralização da coleta do exame de triagem neonatal “teste do pezinho” em todas as unidades de APS.

Expansão da tutoria em Reumatologia e Projeto de Fibromialgia para todas as unidades de APS.

Estratificação de risco da pessoa idosa, utilizando IVCF 20, ações do Mutirão do Idoso, em todos os setores: Leste, Oeste, Sul, Central/Norte e Zona Rural.

Acompanhamento e monitoramento dos pacientes hipertensos e diabéticos objetivando o controle e prevenindo as complicações e as internações, viabilizando atendimento adequado de acordo com protocolos.

Higienização das filas da central de marcação de consultas especializadas em todas as unidades de APS.

Intensificação de cadastro completo nas unidades de Atenção Primária e fortalecendo os cadastros nas áreas descobertas por estratégia saúde da família.

Entrega de “Redfones” para auxiliares administrativos das unidades de saúde e colchonetes para práticas educativas em 100% da APS.

Implantação do Núcleo de Vigilância em Saúde em todas as unidades de saúde.

Profissionais capacitados para o Aplicativo Alô Saúde, iniciativa que diminui o absenteísmo, uma vez que serão feitos até quatro contatos de confirmação de consultas e exames em horários e dias diferentes.

Realização de Tutoria do Qualifica SaUDI em todas as unidades de atenção primária para implementação e otimização dos processos de trabalho.

Implementação da Atenção Continua “Auto cuidado apoiado” nas unidades de saúde e para gestantes de alto risco.

Certificação da qualidade das equipes de saúde pelos tutores do Qualifica SaUDI.

Implantação dos protocolos Coronavírus, nas unidades de saúde e entrega de EPI’s.

 

  • Programa Qualifica SaUDI

Planificação da Saúde, Projeto Qualifica SaUDI, implantado em todas as unidades de atenção primária da rede municipal.

Melhorias no acesso da comunidade à atenção primária: Uberlândia é referência pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) para desenvolvimento de novas tecnologias para a prestação de serviços nas Unidades de Saúde.

Ampliação do cadastro familiar e de estratificação de risco.

Implantação do bloco de horas, hora marcada para procedimento de curativo e vacina em todas as unidades de atenção primária.

Ampliação do atendimento e redução do tempo de espera da reumatologia, diminuindo mais de 50% da fila de casos mais urgentes.

Marcação de Consultas Modernização do sistema de marcação de consultas nas unidades de saúde com a utilização de 80 smartphones. Os aparelhos auxiliam na comunicação com os pacientes, no controle das marcações de consultas e auxilia a prestação de demais serviços oferecidos pelas unidades. Pelo aplicativo WhatsApp, é possível avisar sobre horários agendados, reduzindo o não comparecimento de pacientes.

Implantação do protocolo e estratificação de risco em saúde mental no setor Sul e setor oeste.

 

  • Assistência Farmacêutica

Informatização da farmácia, com a implantação do sistema Prodaub/CAF para melhorar o atendimento prestado aos usuários da rede com o modelo de atenção ESF e liberação de transporte para a realização do cadastramento das famílias que residem em torno da área de abrangência da UBSF;

Implantação das Farmácias nas Unidades Pequis e Canaã

Remédio em Casa: implantação do programa no distrito rural que acontecerá na UBSF Miraporanga, com controle e distribuição dos medicamentos entres aos usuários, melhorando a logística;

 

  • Ações contra o Mosquito da Dengue

Aquisição de 5 aparelhos de Fumacê para o município de Uberlândia, contratação de 700 novos agentes de zoonoses, reforma do Centro de Controle de Zoonoses, implantação do Aplicativo UDI Sem Dengue.

 

  • Centro Municipal de Oftalmologia

Novas instalações do Centro Municipal de Oftalmologia permitindo melhor acessibilidade.

Aumento de 02 para 05 consultórios no Centro Oftalmológico.

Equipamentos novos para exames em todos os consultórios.

Contratação de médicos para todos os períodos permitindo mais e melhores condições para o atendimento à população.

Mutirões de Oftalmologia – Durante todo ano de 2019 foram realizados Mutirões Oftalmológicos com vista a diminuir as filas de atendimento na rede municipal de saúde.

 

  • Saúde da Mulher

Retomada do Programa Mãe Uberlândia, proporcionando atendimento amplo a todas as gestantes garantindo acesso desde o pré-natal, parto e pós parto, ampliando o atendimento humanizado às famílias. O acompanhamento ao bebê com maior incentivo ao aleitamento materno e acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança. O Programa foi criado em 2008, na primeira gestão pelo prefeito Odelmo Leão, projeto confere qualidade no atendimento às gestantes e crianças.

Implantação do Aplicativo Mãe Uberlândia que possibilita à gestante acompanhar seu progresso gestacional no pré-natal, verificar se fez todos os exames, os dias de consulta e após o parto acompanhar o desenvolvimento de seu filho.

Contracepção subcutânea – A realização de Implante Contraceptivo Subcutâneo, que é considerado uma das formais mais eficazes para evitar a gravidez indesejada, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS). O procedimento é oferecido gratuitamente pela rede municipal para mulheres em situação de vulnerabilidade. O método consiste em um pequeno bastão de cerca de 4 cm que, ao ser implantado junto ao braço, libera o hormônio etonogestrel, um derivado da progesterona. Considerado um excelente mecanismo de contracepção feminino, o implante tem aplicação única e efeitos colaterais reduzidos.

Mamógrafo Móvel: permite atender as mulheres do município de forma completa facilitando o acesso e a prevenção do câncer de mama com equipamentos de última geração, que garantem resultados precisos.

 

  • Saúde da Criança

Ampliação do atendimento a crianças para as “Ações do 5º dia”: agora TODAS as unidades de saúde realizam o atendimento humanizado da mãe e do bebê, incluindo a coleta do Teste do Pezinho.

Implantado o Teste da Orelhinha pelo Hospital Municipal (HMMDOLC), realizando-o em todos os bebês nascidos no hospital.

 

  • Setor de Alimentação e Nutrição

No período de 2017 a 2019 o Setor de Nutrição intensificou as ações de acompanhamento e monitoramento nutricional da população de Uberlândia – MG através do Programa de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde. Foram aproximadamente cem mil acompanhamentos nutricionais de gestantes, crianças e idosos. Além de outros cem mil atendimentos entre beneficiários do Programa Bolsa Família. A iniciativa contou ainda com a suplementação de Vitamina A em mais de oito mil crianças de 0 a 2 anos.

 

  • Serviço Social

Retomamos a valorização desse profissional tão importante na operacionalização e cuidados com a população de Uberlândia na área da saúde. Foram oferecidas 14 capacitações, além da participação na elaboração na 2ª Conferência Municipal da Saúde da Mulher.

O planejamento e exceção da pesquisa sobre utilização do Pronto Atendimento para crianças em detrimento de fazer a puericultura com horário marcado.

Adequação dos horários de trabalho para as assistentes sociais conforme legislação.

Implantação nas UAIs do “Projeto de Humanização: Ouvir, Agir e Resolver” para acolher e orientar, de forma humanizada, os usuários do serviço de saúde.

Capacitação para profissionais do Serviço Social que ingressaram na Atenção Primária à Saúde –. Palestra sobre a malformação (conceito, causas, tipos de fissura, implicações clínicas e prevenção) bem como informações sobre o funcionamento do Programa Municipal de Fissuras Labiopalatina (atendimento à comunidade).

Manutenção das condições de transporte (TFD e Carona Amiga) possibilitando que os pacientes deem continuidade ao tratamento nos centros de referência.

Fornecimento do vale-transporte para os pacientes que estão em atendimento semanal no Programa de Fissuras Labiopalatina.

Fornecimento de leite em fórmula para os bebês desde o nascimento até a realização das cirurgias conforme protocolo da OMS.

 

  • Rede de Saúde Mental

Implantação do sistema de prontuário eletrônico em todas as unidades de Centro de Atenção Psicossocial.

Descentralização dos atendimentos de Urgência e Emergência em saúde mental para todos os Prontos Atendimentos das Unidades de Atendimento Integrado – UAI, ampliando o acesso à população.

Mudança de imóvel do Centro de Atenção Psicossocial para álcool e outras drogas CAPS ad III, com melhoria e ampliação da estrutura física.

Mudança de imóvel Centro de Atenção Psicossocial Infância e Adolescência – CAPSi, com melhoria da estrutura física e melhoria da acessibilidade.

Mudança de imóvel da Unidade de Acolhimento Infantojuvenil, com melhoria da estrutura física (fase final de adequação do imóvel para mudança).

Organização de leitos de retaguarda em saúde mental na UAI Luizote, ampliando o suporte em Urgência e Emergência aos Prontos Atendimentos das demais Unidades de Atendimento Integrado – UAI.

Elaboração do protocolo de Estratificação de Riscos em Saúde Mental aprimorando a identificação e o manejo desta condição de saúde.

Capacitação das equipes de Atenção Primária em Saúde para a utilização do protocolo Estratificação de Riscos em Saúde Mental.

Recomposição dos quadros de profissionais das unidades de CAPS.

 

  • Rede de Atenção à Saúde do Idoso

Organização e execução dos Mutirões para estratificação do risco de saúde dos idosos em toda a Rede de Saúde do Município. Temos hoje 38.000 idosos com risco de saúde estratificados sendo 67% robustos. 19,8 % em risco de fragilidade. 13,2 são idosos frágeis.

Participação junto ao CONASS (Edgar Nunes) na organização da Rede de Saúde da Pessoa Idosa com capacitações para os profissionais da Rede de Saúde.

Monitoramento, apoio e visitas às ILPI’s de Uberlândia, com o intuito de esclarecer e informar sobre o cuidado de Saúde da Pessoa Idosa conforme diretrizes do Ministério da Saúde.

Elaboração de Projeto do Ministério da Saúde (aprovado com Recurso Financeiro). Verba a ser utilizada em favor da organização da saúde do idoso.

 

  • Rede de Cuidados a pessoa com deficiência e reabilitação

Elaboração de Protocolo de Dor musculoesquelética crônica e descentralização deste perfil de atendimento para a Atenção Primária à Saúde pela equipe multidisciplinar, inclusive com atendimentos de Fisioterapia em Grupos.

Descentralização do “Projeto de Fibromialgia” do Centro Especializado em Reabilitação (CER) para as equipes da Atenção Primária à Saúde, proporcionando assim melhor acesso ao paciente com diagnóstico de Fibromialgia com equipe multidisciplinar e próxima ao seu domicílio, na sua Unidade de referência.

Elaboração de Avaliação com Estratificação de risco para Deficiência Intelectual e Transtorno do Espectro Autista para rastreio e manejo dos casos desde a Atenção Primária à Saúde até os serviços Especializados.

Aquisição de R$900.000,00 (novecentos mil reais) em equipamentos de reabilitação para o CER, através de emenda parlamentar.

Agilidade nos atendimentos de fisioterapia no CER dos pós-operatórios ortopédicos e cardiovasculares egressos do Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro (HMMDOLC).

Parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Educação para reestruturação do Campus Municipal de Atendimento Especializado (CMAE).

Coparticipação na elaboração de Chamamento Público para contratação de serviços de fisioterapia e fonoaudiologia para a Secretaria Municipal de Saúde (em andamento).

Elaboração de “Atualização em Oxigenoterapia para a Rede de Atenção à Saúde” online (em andamento).

Utilização do prontuário eletrônico pela equipe do CER.

 

  • Rede de Atenção às pessoas com Doença Falciforme e outras hemoglobinopatias

Apoio no acompanhamento e monitoramento de casos em parceria com as unidades de saúde, Hemocentro e Programas Municipais (principalmente atenção primária).

hoje temos identificados em cada território da APS as pessoas com doença falciforme. foram feitas 115 Visitas domiciliares (2017, 2018 e 2019) e busca ativa de faltosos em consulta no Hemocentro, em média 5 pacientes ao mês.

Parceria com o setor de agendamento de consultas e exames permitiu dar agilização no agendamento, além de agir intersetorialmente para facilitar os atendimentos – Oftalmologia, Sec. Educação, Hemocentro, Conselhos.

Realização das oficinas e simpósio sobre Doença Falciforme para profissionais da saúde, de Uberlândia e Triângulo Norte, para o desenvolvimento de ações de prevenção, autocuidado e controle de agravos, com o objetivo de reduzir a morbimortalidade das pessoas com anemia falciforme.

 

  • Prontuário Eletrônico

Implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente – Fast Medic em todas as Unidades de Atenção Básica (UBS e UBSF), UAI (Pronto Atendimento e Ambulatório), CAPS e Unidades de Atendimento Especializado.

Localização e acompanhamento de beneficiários do PBF (condicionalidades de saúde) pelo prontuário eletrônico.

Capacitação de acordo com Diretrizes Clínicas para estratificação de risco de Hipertensos, Diabéticos, Crianças, Gestantes e Idosos.

Estabelecida via webservice com o Hospital e Maternidade Municipal Doutor Odelmo Leão Carneiro de modo que os profissionais possam acessar o histórico de atendimento dos usuários realizado nas unidades da Secretaria Municipal de Saúde, permitindo a integração do atendimento.

Implantada a comunicação entre o prontuário eletrônico e o serviço de call center, facilitando o contato com o cidadão para a confirmação de agendamento de consultas e exames especializados.

Disponibilizado um aplicativo para o cidadão usar em seu celular que permite a interação entre o usuário e a unidade, facilitando a confirmação de agendamentos futuros, o recebimento de mensagens, tais como, data da próxima vacina, inclusive de filhos menores.

A partir de junho/2020, as maternidades de referência comunicarão as unidades de saúde o nascimento de crianças de sua área de abrangência, desta forma, a mãe e a criança já sairão da maternidade com o agendamento do teste do pezinho, a consulta puerperal e a primeira consulta do bebê.

Encontra-se em fase de teste, em três unidades, versão do sistema, que permite ao Agente Comunitário de Saúde fazer o registro do atendimento no próprio domicílio do cidadão, usando tablet.

Geração de informações epidemiológicas para subsidiar políticas públicas em saúde e subsidiar o acompanhamento do contrato de gestão com as organizações sociais.

 

  • Transporte Sanitário

Total de 19 ambulâncias passou a integrar a frota deste Núcleo de Transporte Sanitário-Central de Ambulância, ampliando o atendimento à comunidade. Sendo 9 delas, por meio de emenda parlamentar do Prefeito Odelmo Leão, enquanto Deputado Federal.

Aquisição de 4 veículos administrativos (1 IST, 1 CEREST, 2 Central de Transporte Administrativo) e 1 caminhão (mamógrafo móvel).

Reforma do lavador e a compra de equipamentos para o mesmo.

 

  • Geradores de energia nas UAIs

Instalação de geradores de energia elétrica nas Unidades de Atendimento Integrado (Uais) dos bairros Morumbi, Luizote, Martins, Planalto, Tibery e Roosevelt, Pampulha e São Jorge, administradas pela Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e Missão Sal da Terra. Os geradores vão garantir mais segurança aos pacientes, em caso de falta de energia.

 

  • Projeto Além das Grades

Implantação de PSF – Programa de Saúde da Família na Penitenciária Pimenta da Veiga e Cadeia Jacy de Assis.

 

  • Reformas e Ampliações

Inauguração das novas instalações UBS: Marta Helena II, UBS Jardim Ipanema II, inauguração e funcionamento da UBS do Bairro Pequis, Novo Umuarama, Monte Hebron e Taiaman II.

Reforma de 11 UBS’s e UBSF’s: Morada Nova, Custódio Pereira, Alvorada, São Jorge II, Guarani, Santa Luzia e Santa Rosa. E na Zona Rural Cruzeiro dos Peixotos, Rio das Pedras, Tangará e Miraporanga.

Implantação de farmácia Básica na Unidade Básica de Saúde da Família – Canaã II, Novo Umuarama, Pequis e Monte Hebron

Licitação para construção de três novas UBS: Marta Helena, Jardim da Palmeiras e Jardim Ipanema.

Novas instalações do CAPS AD Infantil.

Novas instalações do Programa Melhor em Casa: no bairro Planalto.

Licitação para construção da Sede Própria da Vigilância Sanitária com recursos oriundos através de TAC – Termo de Ajustamento de Conduta entre DMAE e Ministério Público do Estado de Minas Gerais.

Novas instalações do Laboratório de Controle de Qualidade em Saúde, com melhoria das condições para realização das análises de controle de qualidade em amostras coletadas em estabelecimentos sob controle sanitário.

Novas instalações unificadas da Vigilância Sanitária.

Reforma e ampliação da UAI Pampulha.

 

  • Infraestrutura e Recursos Humanos

Implantação de 07 equipes saúde da família no município. Além da implantação de 15 equipes saúde bucal/saúde da família no município.

Adesão de 81 equipes de saúde da família ao programa Informatiza APS.

Credenciamento de 62 equipes de atenção primária pelo Ministério da Saúde.

Solicitação de credenciamento de 43 equipes de saúde bucal/EAP (aguarda credenciamento junto ao MS).

Fortalecimentos da equipe Saúde da Família da UBSF Canaã II e ESF Canaã V.

Contratação de profissionais para unidades já existentes e unidades novas.

Implantação do Remédio em Casa nas unidades de saúde da Zona Rural.

Adesão pelo município a 16 Médicos do Programa Mais Médicos.

Ampliação do número de profissionais e aperfeiçoando os serviços nas UBSF dos distritos de Martinésia, Cruzeiro dos Peixotos, Tapuirama, Miraporanga.

Aquisição de veículo e equipamentos para Equipe de Consultório na Rua.

 

  • Educação Permanente e Eventos

Evento Uberlândia Viva, participação da atenção primária com ações de promoção à saúde

Médicos e Farmacêuticos das unidades de atenção primária, capacitados em “Polifarmácia e Iatrogenia, cuidado com a pessoa idosa, com ênfase no idoso frágil, pelo Profº Dr Edgar Nunes.

Educação Continuada, supervisão clínica presencial de casos com Profº Dr Edgar Nunes, nas unidades de saúde

Protocolo de oftalmologia, médicos clínicos e médicos da saúde da família capacitados para aplicação na atenção primária

Realização da Oficina sobre Doença Falciforme, com a participação diversos profissionais e categorias da Rede de Saúde.

Seminário Centro Colaborador PAS/CONASS – SMS/Uberlândia, com a participação diversos profissionais e categorias da Rede de Saúde.

Simpósio sobre Doença Falciforme, com a participação diversos profissionais e categorias da Rede de Saúde.

Médicos ortopedistas do município capacitados para Rede de Cuidado Doente com dor Crônica

Parceria entre a Prefeitura e o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizado iniciou um projeto para levar mais saúde e qualidade de vida aos bairros. São realizadas, periodicamente, nas UBFS, várias atividades gratuitas, entre atendimentos médicos e odontológicos, serviços gerais, palestra sobre saúde bucal, apresentação de orquestra e demonstrações com carros blindados do Exército.

 

  • Vigilância Sanitária

Implantação de Setor de Protocolo próprio para facilitar a protocolização de documentos por parte do contribuinte, visando a otimização do tempo para os usuários.

Realização de análises laboratoriais de controle de qualidade em mais de 2.500 amostras coletadas.

Realização de mais de 70.000 ações de vigilância sanitária, visando eliminar, diminuir, ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e da prestação de serviços de interesse à saúde.

Investimento em informatização para que os procedimentos de liberação do alvará sanitário sejam efetivados com menos tempo e também possibilitando a impressão do documento no estabelecimento do requerente, com controle de autenticidade, evitando deslocamentos desnecessários.

Publicação de atualização do Código Sanitário Municipal, em junho/2019, com classificação de risco sanitário e ampliação da validade do alvará sanitário (baixo risco: 5 anos e alto risco: 3 anos),

Participação em Força-Tarefa contra o Covid-19, juntamente com outros setores de fiscalização da Prefeitura Municipal de Uberlândia, com o intuito de conter a disseminação do coronavírus no município de Uberlândia.

Participações em ações conjuntas com outros órgãos de controle, tais como SRS-Uberlândia, MPMG, PROCON Estadual, PROCON Municipal, Corpo de Bombeiros, Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, bem como outras secretarias da Prefeitura Municipal de Uberlândia.

Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

  • Acompanhe