DESENVOLVIMENTO SOCIAL

  • Olimpíadas do Idoso

Reativação das Olimpíadas dos Idosos para os frequentadores das quatro unidades dos Centros Educacionais de Assistência Integrada (Ceais). O projeto foi implantado pelo prefeito Odelmo Leão em 2010, no seu segundo mandato como prefeito.

A partir do ano de 2017, em parceria com o 36º Batalhão de Infantaria Mecanizada do Exército Brasileiro, houve a retomada com a realização da 7ª edição da Olimpíada que reuniu mais de 500 pessoas. A competição amistosa voltou a reunir os frequentadores dos Ceais nos anos de 2018 e 2019.

 

  • Cursos Profissionalizantes

No ano de 2017, houve a revitalização dos Centros de Referência Profissionalizante (Planalto, Luizote e Lagoinha) assegurando maior qualidade variedade de cursos. Além da criação de mais dois Centros de Referência Profissionalizante nos Bairros Morumbi e Campo Alegre, o que possibilitou a ampliação do número de cursos oferecidos e do atendimento na área de qualificação e requalificação profissional.

Nos anos de 2018 e 2019, ampliação das parcerias oportunizando o aumento do número de cursos, de turmas e consequentemente de pessoas qualificadas para o mercado de trabalho.

Já em 2020, elaboração e encaminhamento do Projeto de Qualificação Profissional visando obtenção de recursos para expandir a oferta de vagas dos cursos de Mecânica Automotiva e Funilaria, através da implantação de oficinas no Centro Profissionalizante Lagoinha.

Além da criação e implantação do projeto “Centros Profissionalizantes em Casa” que está sendo desenvolvido através de videoaulas de cursos diversificados, montadas pelos professores e publicadas no YouTube.

 

  • Habitação

O Programa Tchau Aluguel foi retomado em maio de 2018, em parceria com a Caixa Econômica Federal e com recursos do FGTS, a primeira etapa do programa prevê a construção de cerca de 4 mil novas habitações para famílias com renda entre R$ 1,8 mil R$ 2,6 mil (o equivalente a aproximadamente três salários mínimos).

Idealizado e executado pelo prefeito Odelmo Leão durante suas duas primeiras gestões (2005-2012), o projeto, enquanto ativo, entregou mais de 18 mil habitações populares a famílias que sonhavam com a casa própria. Foram novos bairros criados com infraestrutura completa: asfalto, água, energia elétrica, esgoto, educação, transporte e saúde.

Entrega de 4 mil unidades habitacional nos bairros Monte Hebron, Pequis e Córrego do Óleo.

Em abril de 2019, 288 famílias assinaram os contratos do Minha Casa Minha Vida, referente ao lote 4 do Córrego do Óleo. O programa é uma parceria da Prefeitura, Caixa e Governo Federal.

Já no mês de julho do mesmo ano, a Prefeitura assinou a ordem de serviço para regularização de mais três loteamentos em Uberlândia. Maná, Zaire Rezende II e Carlito Cordeiro serão integrados ao Bairro Morumbi por meio do Programa Municipal “Entre, a Casa é Minha”.

Em 2020, houve a suspensão dos pagamentos de mensalidades dos programas “Tchau Aluguel” e “Entre que a casa é sua” em razão da pandemia.

 

  • Reativação do Congresso da Juventude

Paralisado desde 2013, o Congresso da Juventude voltou a ser realizado na cidade, beneficiando jovens estudantes de escolas municipais, estaduais e particulares.

Em 2017, a sétima edição contou com a participação de quatro mil estudantes, de 14 a 24 anos. Foram visitadas mais de 100 escolas municipais, estaduais, federal e particulares, nas quais foram realizadas reuniões com o objetivo de garantir a participação efetiva dos jovens.

Nos anos seguintes, a participação foi ainda mais efetiva sendo ampliada. A oitava edição contou com 5.200 estudantes e em 2019, foram seis mil participantes.

 

  • Fanfarra dos Idosos e Jovens

Criação da fanfarra dos jovens participantes dos Naicas e dos Idosos com mais de 60 anos que frequentam os Ceais. A fanfarra dos idosos é pioneira na região.

Em 2018, a fanfarra composta pelas crianças e jovens dos NAICA’s participou das apresentações no Centro Administrativo da PMU e do desfile cívico no dia 7 de setembro em celebração a Independência do Brasil. O mesmo aconteceu com a Fanfarra dos Idosos dos CEAI’s que fez apresentações no Centro Administrativo da PMU e no desfile cívico de 7 de Setembro e na abertura das Olimpíadas do Idoso.

 

  • Retomada da Estação da Juventude

Entrega das novas instalações da Estação da Juventude no bairro Tibery. O projeto foi idealizado em 2012, para atender adolescentes e jovens de 16 a 24 anos. O espaço conta com uma estrutura física multifuncional, com anfiteatro, quadra poliesportiva, campo de futebol, salas de convivência e de tecnologia.

 

  • Núcleos de Apoio Integral à Criança ao Adolescente (Naica’s)

Desde 2017, houve a restruturação da forma de atendimento dos NAICA’s, que passaram a funcionar em tempo integral e não em horários alternativos evitando a permanência das crianças e adolescentes na rua, dando maior segurança à mãe trabalhadora.

No mesmo ano, houve a criação de mais um Naica, dessa vez no Bairro Lagoinha, aumentando o número de vagas no atendimento para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos e 11 meses.

Em 2018, os equipamentos ampliaram de 310 vagas para 965. As aulas acontecem em período extraescolar, por meio de atividades de capoeira, informática, dança de rua, artesanato, por exemplo. Em 2019, início das atividades no Naica do bairro Pequis.
Por fim, em 2020, está em andamento a construção do Naica no bairro Canaã.

 

  • Bombeiro Mirim

Retomada do Projeto Bombeiro Mirim em 2017 atendendo 25 crianças e adolescentes matriculados nos Naicas dos bairros Marta Helena e Morumbi. Em 2018 o projeto já foi ampliado, passando a atender 100 crianças e adolescentes matriculados nos Naicas dos bairros Lagoinha, Tibery, Jardim Célia e Luizote de Freitas.

O programa tem o objetivo de promover cidadania, dedicação, altruísmo e civilidade entre as crianças e adolescentes.O projeto Bombeiro Mirim foi idealizado e colocado em prática, pela primeira vez, ainda durante os dois primeiros mandatos do prefeito Odelmo Leão (2005-2012).

 

  • Centros Educacionais de Assistência Integrada ao Idoso (CEAI’s)

Foram abertas milhares de vagas para as pessoas que têm mais de 60 anos e desejam se inscrever nas atividades oferecidas nos Ceais dos bairros Brasil, Laranjeiras, Luizote de Freitas e Guarani. A evolução na oferta de vagas é notável ano a ano. Em 2017, eram aproximadamente 5 mil, aumentando para 5.200 em 2018. Em 2019, o número de vagas mais que dobrou em relação ao ano anterior totalizando 11.480.

Os quatro Ceais passaram a oferecer uma nova atividade para os idosos que frequentam o local. São mais de 480 vagas de Dança de Salão divididas pelas unidades dos bairros Brasil, Laranjeiras, Luizote e Guarani.

Criação e implantação do projeto “CEAI em Casa” que está sendo desenvolvido através de videoaulas montadas pelos professores e publicadas no YouTube com objetivo de manter, mesmo à distância, as pessoas idosas que participam dos CEAI’s ativas, continuando a zelar por sua saúde e bem-estar.

 

  • Jovem Aprendiz

Implantação do Curso de Capacitação para o Primeiro Emprego – Jovem Aprendiz nos Naicas. A iniciativa, fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Uberlândia (CDL), é destinada a jovens de 14 a 16 anos em situação de vulnerabilidade social e que estão cursando a partir do 9º ano de ensino fundamental ou médio.

O programa observou crescimento ano a ano começando com atendimento de 25 jovens em 2017, dobrando o número no ano seguinte. Em 2019 foram 75 jovens atendidos e em 2020, 50 jovens.

 

  • Proteção à Mulher

Intensificação da atuação do Centro Integrado da Mulher (CIM), que atende, acolhe e encaminha as atendidas para a Rede de Atendimento das Mulheres Vítimas de Violência Conjugal e Intrafamiliar, em parceria com a Delegacia Especializada da Mulher, ONG’s e a Defensoria Pública. Mais de 9,3 mil atendimentos foram registrados em dois anos.

Em março de 2019 a Prefeitura entregou novas instalações da Casa da Mulher, local dedicado a proteção à mulher e onde funciona o Centro Integrado da Mulher (CIM), que integra o núcleo de apoio municipal, a defensoria pública e a delegacia da mulher, é um espaço que apoia e protege as mulheres.

Outro aliado contra a violência doméstica, é o aplicativo Salve Maria em parceria com a Polícia Militar. A ferramenta também se tornou referência sendo disponibilizado a outros municípios.

 

  • Programa Cidade Amiga do Idoso

Lançamento do Programa Cidade Amiga do Idoso, que amplia ainda mais as políticas públicas voltadas para a população da terceira idade no cenário local. O programa segue as diretrizes da Estratégia Brasil Amigo da Pessoa Idosa (Ebapi), instituída por meio do decreto federal 9.328, de 3 de abril de 2018, com o apoio da Organização Pan Americana de Saúde (OPAS) e Organização Mundial de Saúde (OMS). A iniciativa prevê uma nova perspectiva para o envelhecimento, com ações que serão desenvolvidas, em fases, para proporcionar uma vida mais ativa, saudável e sustentável ao cidadão.