Vigas do elevado sobre o Rio Uberabinha são erguidas


Teve início neste final de semana mais uma importante etapa da obra de construção do elevado sobre o Rio Uberabinha, a colocação das vigas de sustentação. Toda a operação foi acompanhada presencialmente pelo Prefeito Odelmo Leão na manhã deste domingo (20).

Com o compromisso de melhorar o fluxo de pessoas e veículos pela cidade, a Prefeitura de Uberlândia avança diariamente com as obras do programa Uberlândia Integrada II. A construção do elevado sobre o Rio Uberabinha (ponte do Praia), que interliga a rua Coronel Tobias Junqueira à avenida Rondon Pacheco, é uma das importantes intervenções em andamento.

Orçada em cerca de R$ 6 milhões, a estrutura terá 253 metros de extensão, considerando os 202 metros de ponte mais os acessos, e compreende oito pilares, quatro vãos de 25 metros cada, quatro vãos de 15 metros cada, um vão central em concreto protendido de 42 metros e dois encontros que totalizam 51 metros.

Os trabalhos são fiscalizados pela administração municipal, por meio da Secretaria Municipal de Obras, e executados pela BT Construtora, empresa escolhida por meio do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é um sistema licitatório mais ágil. O contrato foi assinado no final de fevereiro deste ano.

Além de oferecer mais agilidade e diminuir o tempo de viagem para os motoristas que passam pelo local, a expectativa é que a intervenção proporcione as mesmas melhorias para as cinco linhas de ônibus que passam no trecho. Serão mais de dez bairros beneficiados em uma região que recebe diariamente cerca de 100 mil veículos e por onde se deslocam uma média de 14 mil passageiros com o auxílio do transporte público.

A construção do elevado sobre o Rio Uberabinha pertence ao programa Uberlândia Integrada II, que já beneficiou a população com a entrega do prolongamento das ruas das Papoulas e dos Jasmins, a duplicação da ponte Cícero Naves de Ávila, as pontes das ruas da Carioca e Oscarina Cunha Chaves, bem como centenas de ruas e avenidas recapeadas.

Lançado inicialmente em 2011, o programa já contemplou diversas melhorias em infraestrutura e mobilidade urbana em sua etapa I, como o recém-inaugurado Terminal Dona Zulmira, a requalificação da avenida Rondon Pacheco, a construção do Viaduto Conrado Brito, o prolongamento da avenida Anselmo Alves do Santos, Corredor Estrutural Leste e da avenida João Naves de Ávila, o Terminal Novo Mundo e os viadutos da avenida Rondon Pacheco e Nicomedes Alves dos Santos. Na etapa II, serão investidos mais de R$ 140 milhões provenientes do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) da Caixa Econômica Federal.

 

Fonte: SECOM