Home / Notícias / Programação cultural celebra aniversário de 133 anos de Uberlândia

Programação cultural celebra aniversário de 133 anos de Uberlândia


Nesta segunda-feira (30), véspera de aniversário de Uberlândia, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo deu continuidade à programação dos 133 anos de Uberlândia, que presenteia a população com muita arte e novidade nos espaços culturais.  A celebração cultural segue todas as medidas de biossegurança e distanciamento, ocorrendo na Oficina Cultural, Centro Municipal de Cultura e Casa da Cultura.

 

“Aliamos os protocolos de segurança com a importância de difundirmos a arte e cultura para toda a população. Em celebração aos 133 anos da nossa cidade, nossos artistas e espaços culturais são evidenciados com exposições, inaugurações e reverência a todo percurso que a cultura faz e tem feito na sociedade”, destacou a titular da pasta, Monica Debs.

 

Nesta manhã, ao som de saxofone e violão, tocados por integrantes da Banda Municipal, a sala Roberto Rezende, na Oficina Cultura, sediou a abertura da programação logo pela manhã. Com a presença de servidores da pasta e exibição de vídeos, foram realizadas homenagens a representantes de exponentes do setor da dança de Uberlândia.

Em comemoração ao aniversário de 133 anos de Uberlândia, a Oficina Cultural traz à Pinacoteca da Secretaria colorindo, com sensibilidade e técnicas variadas, as paredes dos espaços criados para exposições permanentes e temporárias. A galeria de arte, Lourdes Saraiva, também conta com exposição aberta ao público. As escadas que dão acesso ao piso superior possuem um glossário com palavras do mundo das artes e seus significados. Outra novidade está no segundo andar: a sala Geralda Guimarães, composta por peças e livros para pesquisa e estudo.

 

As inaugurações trazem o espaço Multi Fé, construído com materiais reaproveitados (tijolos, vidros e madeiras) de construções antigas, reutilizados pela diretoria técnica. O local contempla obras de caráter religiosa que demonstram o sincretismo pela harmonia de variados cultos e doutrinas religiosas. Inclusive, a pasta está aberta para receber doações de objetos que representem e simbolizem as inúmeras religiosidades.

 

Já a Sala Babinski chega com a proposta de enaltecer a arte da gravura com equipamentos históricos e a possibilidade de oficinas de xilogravura, gravura em metal e serigrafia.

Aprimorando a experiência de bons concertos, assim que possível, a população poderá apreciar o som de um novo piano de armário no Auditório Roberto Rezende. Ao lado, a Sala Fundinho traz homenagem ao bairro e seus moradores com exemplares do Jornal do Fundinho, mobiliário de época do início da casa e memórias. Enquanto os visitantes apreciam a história e o passado da região, a modernidade também pode ser vista através da Exposição Uberlândia 3D, onde a arquitetura de Uberlândia é reverenciada com uso da tecnologia em prol da arte, com réplicas do Coreto da Praça Clarimundo Carneiro criadas por impressoras 3D.

 

            Tarde afora

 

O Centro Municipal de Cultura também integra a programação com a abertura da exposição Aço, Cortes e Cores – De Uberlândia para o Mundo, na Esplanada Pena Branca e Xavantinho. A mostra é inaugurada às 12h, e segue de segunda a sexta-feira, sempre até 17h. As visitações podem ser feitas até 30 de setembro.

 

Na Casa da Cultura, as exposições tomam conta da programação, seguindo o mesmo horário. Em cartaz estão: Memórias Arquivadas, de Beth Shimaru, na Galeria Geraldo Queiroz; Um Olhar Sobre A Paisagem Urbana De Uberlândia, Coletiva de fotografias dos Alunos de Arquitetura e Design do Centro Universitário UNA Uberlândia, na Sala de Experimentações Visuais; e Cidades Oxidadas, de Rosemário De Souza, na Sala Nuppe.

 

Fonte: SECOM


Publicado em: 01/09/21
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

    • Acompanhe