Prefeitura recolhe 50% a mais de entulho nos seis primeiros meses de 2020


A Prefeitura de Uberlândia trabalha diariamente na manutenção e limpeza de áreas verdes da cidade, porém os chamados pontos críticos continuam gerando mais gastos ao município. Atualmente, existem 159 locais como esses identificados pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos usados por parte da comunidade para o descarte irregular de lixo e entulho. Prova disso é o aumento de 50% na quantidade de materiais recolhidos nos seis primeiros meses deste ano em comparação ao mesmo período de 2019.

Se de janeiro a julho do último ano, as equipes da prefeitura retiraram 100 mil toneladas de entulho desses pontos, nos seis primeiros anos de 2020 a quantidade foi de 150 mil toneladas, resultando em uma média de 25 mil toneladas de entulhos retiradas ao mês. Situações que geram ao município um gasto anual de cerca de R$ 12 milhões (que inclui equipamentos, máquinas, mão de obra e separação de materiais, como descarte de resíduos da construção civil). Por isso, a conscientização da população é um passo importante para deixar a cidade mais limpa, uma vez que espaços específicos são disponibilizados pela Prefeitura para o descarte correto de materiais (veja abaixo).

Então, para coibir o descarte irregular de lixo, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico realiza, em parceria com a Polícia Militar de Meio Ambiente, realiza fiscalizações diárias em locais estratégicos. O flagrante acarreta multa que varia de R$ 882,77 a R$ 2.581,18, podendo ter o valor dobrado em caso de reincidência.

EcoPontos e Cata-Treco

Com funcionamento todos os dias, sempre das 7 às 19h, os 13 Ecopontos estão situados nos bairros: Luizote de Freitas, São Jorge, Santa Rosa, Guarani, Roosevelt, Daniel Fonseca, Morumbi, São Lucas, Tocantins, Cruzeiro do Sul, Segismundo Pereira, Mansour e Canaã. Os moradores podem procurar os locais de descarte, levando o próprio resíduo ou contratando pequenas carretas. Na entrada dos espaços, a carga é conferida e o cidadão é orientado onde descarregar os resíduos. É necessário, ainda, informar a origem do material.

Já o serviço de Cata-Treco é executado a partir da solicitação direta do morador para a DLU. São recolhidos objetos domiciliares, tais como sofá, guarda-roupa, cama, mesa e colchão e, também, eletrodomésticos e outros aparelhos eletrônicos, como televisão, microondas, geladeira, fogão. A medida tem objetivo de evitar o descarte em terrenos baldios e nas ruas, além de possibilitar o reuso e reciclagem dos resíduos. As solicitações podem ser feitas pelo telefone 3212-5356.

Saiba qual o ecoponto mais próximo de sua casa neste link.

Fonte: SECOM