Home / Notícias / Município promove inclusão ao adotar plataforma de tradução em Libras

Município promove inclusão ao adotar plataforma de tradução em Libras


Referência nacional e internacional em acessibilidade, a Prefeitura de Uberlândia acaba de avançar mais uma vez nas políticas públicas inclusivas. O prefeito Odelmo Leão anunciou, na tarde desta quinta-feira (20), o lançamento da parceria firmada com a Icom, plataforma de tradução simultânea e interativa em Língua Brasileira de Sinais (Libras) mantida pela instituição sem fins lucrativos Associação dos Amigos Metroviários dos Excepcionais (AME). A partir da assinatura, o serviço será implementado tanto na Prefeitura quanto nas autarquias com a disponibilização de aplicativo e QR Codes para acesso.

“O trabalho de um gestor é ser facilitador. É o que temos feito em todos esses anos por meio de políticas públicas que promovem acessibilidade a todos os públicos. Essa parceria que firmamos agora se soma às nossas ações para tornar Uberlândia cada vez mais acessível a todos. Queremos que os cidadãos possam ter livre acesso, e com qualidade, aos serviços prestados em todas as áreas – educação, saúde assistência social, cultura, turismo, esporte, lazer”, disse o prefeito Odelmo Leão.

A nova ferramental digita assistiva possibilita maior suporte ao cidadão que busca o serviço público municipal.  Com a plataforma, é possível acessar remotamente uma Central de Interpretação de Libras (CIL), que disponibilizar profissionais intérpretes e tradutores de Libras/Língua Portuguesa 24 horas por dia, sete dias por semana.

O evento contou com a presença de pessoas com deficiência, membros do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (Compod) e autoridades, entre as quais a deputada Ana Paula Junqueira Leão, vereadores e promotores. O presidente da AME, José Araújo também este presente e destacou a relevância de Uberlândia para as conquistas na área de acessibilidade no país.

“A cidade, mais uma vez, se antecipa e garante esse acesso. Espero que o exemplo de Uberlândia seja seguido”, declarou José Araújo.

A parceria com a AME abrange todos os serviços com atendimento ao público oferecidos pelos órgãos da Prefeitura de Uberlândia, pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), pela Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor de Uberlândia (Procon), pela Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel) e pelo Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município de Uberlândia (Ipremu).

“Estamos realizando um sonho, que é termos uma cidade cada vez mais acessível”, disse o diretor de Acessibilidade e Mobilidade Reduzida da Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e presidente do Compod, Idari Alves.

Como o atendimento funcionará com a plataforma

O acesso à Central poderá ocorrer por meio de plataformas digitais e QR Code que serão disponibilizados a partir da parceria para os usuários que necessitarem do serviço. No primeiro acesso, o usuário deverá se cadastrar criando login e senha, que serão utilizados em novos atendimentos.

Para melhor abrangência do serviço, a intermediação da comunicação, a partir da plataforma digital ,poderá ocorrer de duas formas. Quando a pessoa surda ou deficiente auditiva se encontrar no mesmo local em que está o servidor/ouvinte e também quando estiverem em espaços distintos. Em ambos os casos, o intérprete/tradutor é acionado para intermediar o diálogo via Central de Interpretação de Libras.

O serviço possibilita, entre outras funcionalidades, que o usuário saiba, em tempo real, a sua posição na fila de espera para ser atendido e o tempo médio dessa espera. Todos os profissionais responsáveis por intermediar o diálogo entre surdo e servidor possuem habilitação e fluência em Língua Brasileira de Sinais. Desse modo, busca-se garantir uma comunicação mais clara e sem interferência entre as partes.

Promoção da acessibilidade

A parceria com a plataforma da Icom já é uma realidade no Procon, que utilizou serviço pela primeira vez durante o Mutirão Dívida Zero em outubro do ano passado. O sucesso do suporte de intérpretes e tradutores de Libras passou a integrar o atendimento na autarquia. Inclusive, nesta quarta-feira (19), a plataforma foi utilizada para intermediar uma audiência envolvendo demandas entre uma pessoa surda e uma empresa.

Uberlândia é reconhecida internacionalmente pelas políticas públicas em prol da acessibilidade. No caso da pessoa surda ou com deficiência auditiva, a gestão Odelmo Leão já implementou várias melhorias.

Na Rede Municipal de Ensino, os alunos com surdez contam com o suporte de profissionais da educação especializados em Libras. Além disso, todos os eventos promovidos pela gestão têm o suporte de um tradutor. A Prefeitura ainda promove, regularmente, no Centro Municipal de Estudos e Projetos Educacionais (Cemepe), cursos gratuitos de capacitação em Libras.

Desde setembro de 2022, a Rádio Nossa Cidade também tem o apoio de uma intérprete de Libras. O programa é transmitido ao vivo de segunda a sexta-feira (exceto feriados), às 12h30, pelas redes sociais da Prefeitura e circuito interno do Centro Administrativo Municipal.

Outro importante investimento feito pela administração municipal está no apoio ao paradesporto e à prática de esportes paralímpicos. Por meio da Futel, pessoas com qualquer tipo de deficiência, incluindo a auditiva, têm suporte profissional e estrutural para aprender e treinar em diversas modalidades. Junto a parceiros, a fundação tem, entre seus alunos, paratletas nacional e internacionalmente reconhecidos.

 

Fonte: Secom


Publicado em: 24/04/23
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

    • Acompanhe