Home / Notícias / Ministério da Saúde/OPAs reconhece boas práticas de Uberlândia no combate à pandemia

Ministério da Saúde/OPAs reconhece boas práticas de Uberlândia no combate à pandemia


Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Uberlândia tem trabalhado para oferecer o melhor cuidado àquelas pessoas que acabaram sendo diagnosticadas com a Covid-19. Com várias estratégias desenvolvidas pelos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, o município foi reconhecido pelas inúmeras práticas bem-sucedidas e foi convidado a apresentar parte dessas ações em um encontro virtual do Ministério da Saúde e Organização Pan-americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil.

O debate virtual, que é aberto ao público, será na quinta-feira (13), às 17h. A Secretaria Municipal de Saúde será representada pela coordenadora da Central-Norte, Poliana Bonati. O encontro terá a também a participação dos representantes das cidades de Niterói (RJ) e Cajamar (SP). Com o tema: “Atenção Primária Forte: estratégia central para enfrentar os desafios da pandemia”, o objetivo do encontro virtual é estimular a discussão dessas novas práticas diante de um cenário de pandemia.

A iniciativa APS Forte no Combate à Pandemia foi proposta pelo Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS/MS) e pela Organização Pan-Americana da Saúde da Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) no Brasil, a fim de reconhecer as iniciativas desenvolvidas pelos municípios brasileiros durante o momento da pandemia.

A Prefeitura de Uberlândia realizou a inscrição de várias práticas adotadas na rede de saúde, sendo que 31 foram aprovadas pela comissão avaliadora. A quantidade de relatos submetidos e reconhecidos como bem-sucedido motivou os organizadores a convidar um representante do município a participar do encontro virtual para compartilhar o trabalho feito na cidade.

A inscrição das práticas foi dividida em várias temáticas, como vigilância para identificar casos novos, rastrear contatos e monitorar a pessoa e todos seus contatos, o cuidado clínico dos pacientes com sintomas leves, inserção de novas tecnologias, formas de garantir o acesso às informações de prevenção e cuidados contra o novo coronavírus e como continuar oferecendo suporte aos grupos vulneráveis e de risco para a Covid-19 durante o momento de pandemia.

Das 31 estratégias inscritas pelo município estão o monitoramento diário via teleatendimento dos pacientes com sintomas leves e que estão em isolamento domiciliar, daqueles que receberam alta hospitalar e também dos pacientes com condições crônicas, a consulta virtual pelo ‘Zap da Prefeitura’, a capacitação dos profissionais com discussões diárias dos casos com especialistas, a realização do teste rápido na população via sistema de drive-thru, a continuidade da visita domiciliar dos agentes de saúde e do domiciliar dos agentes de saúde,  o monitoramento e testagem nas  Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs), entre outras.

 

Fonte: SECOM

 


Publicado em: 11/08/20
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

  • Acompanhe