Instalações elétricas no Sistema Capim Branco entram na fase final


Está em fase final as instalações elétricas do Sistema Capim Branco de Água Potável. São fios, cabos, painéis e disjuntores, que possuem características coordenadas entre si e essenciais para o funcionamento do sistema elétrico. Após a conclusão da primeira etapa, a estrutura, aliada aos sistemas Bom Jardim e Sucupira, terá capacidade para fornecer água para 1,5 milhão de habitantes e produção de 2 mil litros/segundo. Em outubro, o sistema entrará em pré-operação.

De acordo com o diretor técnico do Dmae, Geraldo Silvio de Oliveira, a rede elétrica aérea, que liga a Captação à Estação de Tratamento de Água (ETA), já está concluída, faltando apenas a energização pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). “Estamos finalizando esta importante etapa, considerada essencial para o funcionamento de tudo, desde a retirada de água da represa até o bombeamento da água até as residências”, ressaltou. Trabalham na instalação do sistema elétrico, engenheiros, eletrotécnicos, eletricistas e auxiliares.

Na captação de água, às margens da represa, foi construída pelo Dmae uma subestação de energia de 138 KV. A estrutura conta com diversos equipamentos, tais como chaves seccionadoras, disjuntores, para-raios, postes, sala elétrica, sistema de proteção e dois transformadores com potência de 20.000 kVA (quilovoltampere). Esta subestação tem a finalidade de alimentar as motobombas da captação de água bruta e os dispositivos da Estação de Tratamento de Água.

 

Outra frente de trabalho

Outra frente de trabalho está concentrada com a própria Cemig. Com 18,4 quilômetros de extensão, a rede de alta tensão (de 138 kV), que vai suprir os conjuntos de motobombas na captação de água e estação de tratamento, deve ser finalizada nas próximas semanas. A linha de transmissão inicia-se na subestação Miranda e vai até a subestação do Sistema Capim Branco. O investimento da companhia é de R$ 8,6 milhões na ampliação da Subestação Miranda e na construção de 18,4 km de linha de distribuição.

 

Sistema Capim Branco

O Sistema Capim Branco de Água Potável está localizado próximo à comunidade da Tenda do Moreno, na zona rural de Uberlândia. O investimento da 1ª etapa é de R$ 336 milhões, financiados e repassados em parcelas pela Caixa conforme o andamento dos trabalhos. A conclusão está prevista ainda para este mês, com início da pré-operação em outubro.

 

Fonte: SECOM