Home / Notícias / Ginastas da equipe Praia Clube/Futel passam por avaliação fisioterápica

Ginastas da equipe Praia Clube/Futel passam por avaliação fisioterápica


Já com um mês de parceria firmada entre a Prefeitura de Uberlândia, por meio da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), e o Praia Clube, atletas de alto rendimento da ginástica artística continuam trabalhando diariamente, com o objetivo de participarem do Torneio Nacional e do Campeonato Brasileiro de Ginástica Artística ainda neste ano

A professora de ginástica artística da Futel, Maria Raquel Borges, disse que o trabalho neste primeiro mês tem como objetivo principal, elevar o nível físico dos atletas. “Estamos realizando um trabalho que leva em conta a capacidade física de cada ginasta para que cada um chegue ao nível técnico que estava antes da pandemia”, disse. Sobre a participação da equipe em competições, a expectativa é que os ginastas estejam em condições de físicas e técnicas até novembro, mês em que as competições serão realizadas.

Além dos treinamentos na academia do UTC, os 18 ginastas passaram por uma avaliação fisioterápica no Praia Clube. “A avaliação que foi realizada pela equipe de fisioterapia esportiva do departamento de saúde do Praia Clube tem o objetivo de conhecer os atletas, para entender o perfil musculoesquelético deles. Foram realizados testes funcionais, com objetivo de avaliar a força e resistência muscular, a mobilidade e estabilidade articular e dos tecidos, o controle do movimento e a coordenação motora”, disse Maria Rezende, fisioterapeuta esportiva do Praia Clube.

A fisioterapeuta falou ainda sobre o trabalho específico para cada atleta, de forma a otimizar o treinamento. “Vamos traçar o perfil do grupo e assim orientar sobre exercícios preventivos necessários para todos e exercícios individualizados com a especificidade necessária para cada atleta. Assim, conseguiremos atingir o objetivo de reduzir o risco de novas lesões, reduzir o tempo de afastamento dos atletas dos treinamentos, reduzir as lesões mais graves, e contribuir para a evolução da performance esportiva de cada um”, concluiu.

 

Fonte: SECOM


Publicado em: 12/08/21
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

    • Acompanhe