Executadas obras de pavimentação em diversas vias


Desde que foi retomado em outubro de 2018, o Programa Uberlândia Integrada II segue transformando a mobilidade urbana. Além da construção de pontes, viadutos e trincheiras, a administração municipal realiza também a pavimentação de diversas ruas. No total, serão 43 trechos em 17 bairros beneficiados pela iniciativa.

Nos últimos dias, as equipes executaram a terraplanagem na rua Benjamin Alves Santos, no bairro Lagoinha, na avenida Calixto Felipe Milken, no Jardim Canaã, e em sete ruas localizadas no bairro Jardim Califórnia. Antes de serem asfaltadas, as vias que apresentam necessidade recebem também obras de drenagem para que haja um escoamento mais efetivo das águas da chuva.

As ruas Cleone Cairo Gomes e Matilde Salles Guimarães Andrade (ambas no bairro Segismundo Pereira), a rua Augostinho Manso Junior (no Tubalina), a estrada M40, o acesso ao distrito de Miraporanga, as ruas Leopoldo Bulhões, Carvalho de Mendonça e Oliveira Viana (no Pampulha) e a Rodovia Municipal Daura Ferreira Cherulli (que dá acesso ao Centro Empresarial Leste) já estão com pavimentação executada. As vias ainda receberão sinalização horizontal e vertical.

Além de criar mais possibilidades de rotas, a pavimentação dessas vias oferece mais conforto e segurança para os motoristas e aos usuários do transporte público. O trabalho está sendo executado pela Dreste Construtora e fiscalizado pela Secretaria Municipal de Obras.

 

Uberlândia Integrada

Até agora, o Programa Uberlândia Integrada II já beneficiou a população com a entrega de seis obras: o prolongamento das ruas das Papoulas e dos Jasmins, a duplicação da ponte Cícero Naves de Ávila, a ponte da rua da Carioca,  a ponte da avenida Oscarina Cunha Chaves, o Terminal Dona Zulmira e a trincheira do trevo Ivo Alves Pereira.

Lançado inicialmente em 2011 pelo prefeito Odelmo Leão (2005-2012), o programa já contemplou diversas melhorias em infraestrutura e mobilidade urbana em sua etapa I, como o prolongamento da avenida Anselmo Alves do Santos, o Corredor Estrutural Leste e o Terminal Novo Mundo. Na etapa II, serão investidos mais de R$ 140 milhões provenientes do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) da Caixa Econômica Federal.

 

Fonte: SECOM