Home / Notícias / Escola da rede municipal ensina alunos a reutilizar óleo usado e gerar renda

Escola da rede municipal ensina alunos a reutilizar óleo usado e gerar renda


As aulas de Ciências dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Programa Municipal de Jovens e Adultos (Pmaja) da Escola Municipal Profº Mário Godoy Castanho, localizada no bairro Tocantins, promovem o conhecimento sobre a sustentabilidade. Por meio da prática da reutilização de óleo usado para a fabricação de sabão, o projeto idealizado pela professora Sandra Maria Vidal de Lima se destaca ao levar os estudantes ao laboratório de Ciências para transporem conhecimentos para além dos livros didáticos.

A produção conta com várias etapas, todas com participação dos próprios alunos, como a mobilização para arrecadar o óleo de cozinha usado, vasilhames plásticos para armazenar o sabão líquido e embalagens de leite longa vida para moldar o sabão em barra. A gestão da escola e a equipe pedagógica envolvida oferecem apoio na realização do projeto como a disponibilização de recursos financeiros ou materiais. Durante a ação, grande parte do conteúdo de Química é repassado ao longo das etapas da produção do produto e aplicações sobre a importância da sustentabilidade também são ensinadas por meio da reutilização do óleo.

Segundo a professora de Ciências, Sandra Maria, além do conhecimento, a renda também vem sendo importante para os alunos. “Desenvolvo este projeto desde 2018, proporcionando um produto feito por alunos, de baixo custo, biodegradável e de ótima qualidade. Com a venda para a comunidade escolar e até para os moradores próximos da escola, já levantamos verba para o Caixa Escolar, para festa de formatura e confraternização do encerramento do ano letivo. Agora, o nosso intuito é ajudar estudantes que estão necessitando de complemento de renda por meio deste projeto, que consegue unir conhecimento didático, consciência ambiental, empreendedorismo e ainda auxiliar a nossa comunidade”, pontuou a idealizadora.

Para a secretária municipal de Educação, Tania Toledo, a iniciativa é um estímulo para toda a rede. “São conhecimentos práticos que vêm mudando a percepção e a realidade dos alunos. Da fabricação até a venda do produto, os estudantes aprendem, de forma sensível e próxima, sobre empreendedorismo, sustentabilidade, além das reações químicas e outras abordagens que envolvem as disciplinas curriculares. Este trabalho desenvolvido é um orgulho e só ressalta a qualidade e o comprometimento dos nossos educadores”, pontuou.

 

Fonte: SECOM


Publicado em: 22/11/21
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

    • Acompanhe