Entidade parceira da Futel testa cadeira de rodas de corrida


O Centro Brasileiro de Referência em Inovações Tecnológicas para o Esporte Paralímpico (Cintesp), parceiro da Fundação Uberlandense do Turismo, Esporte e Lazer (Futel), realizou, neste sábado (15), um teste de validação de um equipamento de prescrição de cadeira de rodas de corrida, desenvolvido pelo próprio Cintesp ao longo de quase sete anos. O evento foi realizado no Sesi Gravatás, com a participação de convidados e imprensa.

O responsável por fazer o teste foi Ariosvaldo Fernandes, conhecido como Parré, atleta paralímpico da classe T53, que compete em provas de atletismo em cadeira de rodas de corrida. Ele representou o Brasil nos Jogos Parapan-Americanos do Rio 2007, Guadalajara 2011, Toronto 2015 e Lima 2019, conquistando diversas medalhas de ouro e prata, além de uma medalha de bronze obtida no Campeonato Mundial de Lion, em 2011.

“Fico muito feliz em ter sido convidado para ser o primeiro paratleta de alto rendimento a testar a cadeira. Essa é uma iniciativa muito importante, já que é um equipamento de qualidade, mas com custo mais baixo que as cadeiras utilizadas atualmente pelos paratletas. Pude contribuir com algumas sugestões, mas de uma forma geral, a cadeira tem uma qualidade surpreendente”, ressaltou Parré.

O engenheiro mecânico Thiago José Donegá, responsável pelo projeto, conta que a ideia surgiu quando ele era mestrando em Engenharia Mecânica no Universidade Federal de Uberlândia (UFU). “Ela foi desenvolvida ao longo do meu mestrado e doutorado e hoje atende a padrões nacionais e internacionais de qualidade, passando por parâmetros como conforto, segurança e desempenho”, disse.

O diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Alberto Martins, afirmou que futuramente a cadeira poderá ser utilizada no paradesporto de Uberlândia, hoje representado principalmente pela Futel e suas associações parceiras. “Em seguida, poderá se tornar uma referência nacional e internacional por oferecer baixo custo, sem deixar a qualidade de lado”, completou.

 

Cintesp

O Cintesp é um centro multidisciplinar de pesquisadores que desenvolvem inovações tecnológicas voltadas, sobretudo, ao paradesporto. Suas pesquisas são desenvolvidas em instalações na Arena Sabiazinho e na UFU e são direcionadas, supervisionadas e implementadas para pessoas com deficiência, em especial os paratletas.

O centro funciona por meio de uma parceria entre Futel, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a UFU, a Rede Mineira de Tecnologia Assistiva (RMTA), a Rede Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia Assistiva do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, a Algar e o Centro Nacional de Referência em Tecnologia Assistiva (CNRTA/CTI Campinas).

 

Fonte: SECOM