Home / Notícias / DMAE recomenda instalação de válvula de retenção para evitar prejuízos a residências

DMAE recomenda instalação de válvula de retenção para evitar prejuízos a residências


Nos primeiros cinco meses do ano, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) atendeu 6.884 solicitações de manutenção na rede de esgoto. Desse total, 2.158 (31,35%) foram referentes a refluxos no quintal ou dentro do imóvel. Nestes casos, as equipes de manutenção fazem a desobstrução na rede ou no ramal. Para prevenir refluxos e evitar que se repitam, a autarquia recomenda a instalação de uma válvula de retenção na rede de esgoto

De acordo com o supervisor de esgotamento sanitário do Dmae, Winds Maciel, a válvula de retenção é instalada em trecho da tubulação entre a rede e a calçada, impedindo que o esgoto volte pela tubulação. O mecanismo conta com uma portinhola que permite que água residual circule em apenas uma direção. “Dessa forma, caso haja entupimento na rede e refluxo, o mecanismo se fecha, impedindo que a água residual, o mau cheiro e até pequenos animais entrem na residência. Evitando situações desagradáveis para o morador”, explicou.

Maciel destaca que a instalação da válvula de retenção é simples, mas deve ser feita por um profissional especializado como pedreiro ou encanador, uma vez que ela fica antes da caixa de inspeção e deve ser nivelada. “Recomendamos a instalação, principalmente em casos de repetição de refluxo de esgoto, porque assim a válvula impede estas situações e os prejuízos decorrentes”, afirmou.

 

Entupimentos e obstruções

O supervisor também lembrou que, na maioria das vezes, o entupimento ocorre devido ao mau uso da rede de esgoto com o descarte de objetos e óleo de cozinha. A principal orientação é não jogar material sólido em vasos sanitários, pias, ralos e poços de visita. O óleo de cozinha não deve ser descartado na pia “Nas manutenções preventivas realizadas pelo Dmae, encontra-se com frequência panos, sacolas, preservativos, fraldas, pedaços de ferro, madeira, entre outros”, disse.

Objetos como tampa de pasta de dente, cotonetes, cigarros, absorventes, fio dental, cabelo e embalagens plásticas acumulam-se, misturam-se com fios e entopem a rede de esgoto, no interior da residência ou mesmo na rua. Esses materiais devem ser descartados na lixeira do banheiro. Já o óleo de cozinha pode ser entregue na coleta seletiva, nas cooperativas de reciclagem ou no ponto de coleta localizado na sede do Dmae. (Av. Rondon Pacheco, 6400).

 

Fonte: SECOM


Publicado em: 18/06/21
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

    • Acompanhe