Dmae inicia reforma nas subestações elétricas do Sistema Bom Jardim


As duas subestações elétricas do Sistema Bom Jardim vão passar por reformas e adequações. Os trabalhos começaram na semana passada e vão aumentar a capacidade de demanda de energia para os equipamentos utilizados na produção de água tratada.

O serviço está sendo executado pela empresa licitada Lok Service Tecnologia Eireli – Epp, contratada pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE). As subestações serão do tipo cubículo blindado, exigindo assim menos infra estrutura civil e podendo ser executadas com as atuais unidades em funcionamento.

Atualmente, a subestação existente na Estação de Tratamento de Água Bom Jardim o funcionamento simultâneo de cinco motores elétricos. Com a reforma, será possível acrescentar mais um motor em funcionamento. Já a subestação de captação também vai permitir o acréscimo de mais uma motobomba de 1.000 cv às duas já existentes. Esse reforço funciona como uma garantia do sistema produtor de água.

O diretor técnico do Dmae, Geraldo Sílvio, destacou que as subestações foram construídas há cerca de 30 anos e as melhorias visam modernizar os dispositivos. “Estamos adiantando nossa perspectiva de demanda de consumo, deixando a ETA preparada para atender um aumento na produção de água e trabalhar com uma margem de segurança”, afirmou.

 

Fonte: SECOM