Dmae finaliza restauração na sede do Parque Estadual do Pau Furado


As obras de revitalização da sede do Parque Estadual do Pau Furado, realizada pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), foram finalizadas e repassadas oficialmente ao Instituto Estadual de Florestas (IEF), responsável pelo parque. A reforma preservou a arquitetura original da fazenda, mas aprimorou a casa de apoio, local que será utilizada para o trabalho de pesquisadores que estudam a fauna e flora da região. As melhorias fazem parte das condicionantes do licenciamento ambiental do Sistema Produtor de Água Capim Branco, localizado na região de Tenda do Moreno.

A área administrativa e a estrutura de convivência ganharam espaço adequado, que proporcionarão melhores condições de trabalho para a equipe do IEF. Já a casa de apoio e a edificação do centro de exposições terão papel fundamental na melhoria das atividades para uso público do parque, seja para o uso turístico e para pesquisas científicas. “O local beneficiará as ações de proteção do bioma, pois poderá ser utilizada não só por pesquisadores, mas também por órgãos de segurança e proteção ambiental”, disse o responsável pelo Parque Estadual do Pau Furado e analista ambiental, Guilherme de Oliveira Bueno.

 

Cerca

Além destes serviços, o Dmae está construindo 5 quilômetros de cerca de arame farpado no entorno do parque, especialmente naqueles locais onde as últimas queimadas devastaram a cerca, em anos anteriores. Até o momento, já foram realizados cerca de 80% das obras. Esta ação também é uma condicionante ambiental da Capim Branco.

 

Parque Estadual

Criado em 2007, o Parque Estadual do Pau Furado (que abrange os municípios de Uberlândia e Araguari) conta com uma área total de 2,1 mil hectares. Na unidade de conservação que abriga o bioma Cerrado, com pequenas intercorrências de Mata Atlântica, já foram identificadas 932 espécies de fauna e flora. Em função da pandemia da Covid-19, o parque continua fechado.

 

Fonte: SECOM