Concretagem dos tanques da UTR do Sistema Capim Branco está finalizada


No fim de junho, as obras do Sistema de Produção de Água Capim Branco tiveram mais um avanço com a concretagem dos dois tanques adensadores da Unidade de Tratamento de Resíduos (UTR). Cada tanque ocupa uma área de 250 metros quadrados. Com isso, o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) concluiu a parte de estrutura de grande porte da Estação de Tratamento de Água (ETA).

Os trabalhos seguem na construção da travessia subterrânea, no acabamento geral e na montagem dos equipamentos. A Unidade de Tratamento de Resíduos é uma das inovações do Dmae no sistema de tratamento de água, uma vez que demonstra a preocupação da autarquia com a sustentabilidade.

A UTR é composta por um sistema com dois decantadores secundários, dois adensadores de lodo, um setor de desidratação e um tanque de regularização. A UTR tem a finalidade de reaproveitar os resíduos líquidos. Já o resíduo sólido (lodo) fica retido e se concentra nos tanques adensadores da unidade. Após a secagem, ele é retirado e recebe um destino ambientalmente adequado. A capacidade da UTR é para tratamento dos resíduos de uma ETA com vazão de até 2 mil litros por segundo.

Sistema Capim Branco  

O Sistema Capim Branco começou a ser idealizado em 1995, sendo retomado e financiado em 2012. As obras tiveram um avanço significativo nos três últimos anos e a conclusão está prevista para setembro deste ano, com início da pré-operação em outubro. Após a conclusão da primeira etapa, o sistema Capim Branco, aliados aos já existentes Bom Jardim e Sucupira terão capacidade para fornecer água para 1,5 milhão de habitantes. O investimento aproximado da primeira etapa é de R$ 336 milhões, financiados e repassados em parcelas pela Caixa conforme o andamento dos trabalhos.

Fonte: SECOM