Atendimento de consultas com especialistas são retomados em Uberlândia


Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Uberlândia, por meio do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, adotou uma série de medidas para evitar um rápido contágio da doença. Após quatro meses e com os números indicando uma possível estabilização do contágio, a Secretaria Municipal de Saúde iniciou, nesta semana, a retomada do atendimento das consultas com especialistas, que estavam suspendas desde março.

Atualmente, são mais de 30 especialidades ofertadas na rede pública. Anteriormente, as consultas eram realizadas nos ambulatórios das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) e no Centro de Oftalmologia (Case). Com o início da pandemia, elas foram suspensas para evitar a circulação de pessoas nas unidades.

Com a estabilização do contágio, a Secretaria Municipal de Saúde está retomando, de forma gradativa, esses atendimentos e seguindo  todas as orientações e medidas de segurança de prevenção ao novo coronavírus, como consultas com hora marcada, limite de atendimentos por dia para cada profissional, e em locais que não tenham fluxo grande de atendimentos. Neste primeiro momento, a prioridade de marcação é para os pacientes que estavam com os as consultas agendadas e foram cancelados com o início da pandemia.

Os atendimentos das especialidades de cardiologia, dermatologia, neurologia, angiologista, ortopedista e otorrinolaringologia que aconteciam no ambulatório da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do bairro São Jorge serão feitos no Centro Educacional do bairro, que fica na rua Antônio Paiva Catalão, 725, bem próximo à unidade de saúde.

O atendimento de oftalmologia permanecerá na UAI São Jorge, devido aos equipamentos para realização dos exames instalados na unidade. Além disso, na próxima segunda-feira (27), também serão retomados as consultas no Centro de Oftalmologia (Case).

As consultas com outros especialistas que aconteciam também nos outros ambulatórios das outras UAI serão redirecionados, aos poucos, para as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Unidade Básica de Saúde (UBS). A expectativa é de que todos os atendimentos comecem na próxima semana.

Fonte: SECOM