Home / Notícias / Ações de conscientização marcam Semana Mundial do Diabetes

Ações de conscientização marcam Semana Mundial do Diabetes


Prestar atendimentos mais humanizados, com maior atenção e repasses de informações. Com estes objetivos, o Centro Municipal de Atenção ao Diabético (Cmad) realizou durante toda a semana diversas atividades alusivas à semana Mundial do Diabetes. As ações ocorreram até hoje (13) e foram voltadas a quem faz tratamento no espaço. Quem estava presente recebeu um reforço na conscientização sobre as complicações associadas à doença, como insuficiência renal, perda da visão e alteração de sensibilidade nos membros inferiores que podem causar amputações.

No Cmad, os pacientes que estavam na Sala de Espera receberam informações sobre prevenção, alimentação, exercícios físicos e fisioterapêuticos e sobre manuseios dos aparelhos que aferem valores de açúcar no sangue. “Precisamos que as pessoas saibam mais sobre a doença, que pode atingir qualquer um e ter complicações graves, podendo levar à morte”, disse a gerente do Cmad, Laura Vidal. Segundo ela, a diabetes é quase imperceptível no início, por isso devem ser observados sintomas como fome e sede constantes e perda de peso repentina e sem causa conhecida.

Quanto a quem já tem o diagnóstico de diabetes, Laura Vidal destacou que estas pessoas devem ter ainda mais atenção com sua alimentação e qualidade de vida. Também devem ficar atentas aos seus pés, um dos primeiros locais a serem atingidos pela doença. A gerente explicou que tem diabetes precisa hidratar os pés diariamente, usar calçados apropriados e procurar orientação médica ao menor sinal de alteração de aspecto, entre outras situações.

Junio Guilherme Oliveira de Paula é paciente no Cmad, tem 36 anos de idade e convive com o diabetes desde os 10 anos. Atualmente é paciente no Cmad e defende a ideia de que as pessoas não precisam ter medo da doença, mas ter cuidados e continuar suas vidas com disposição e alegria. “Eu fui diagnosticado com 10 anos e sempre me cuidei. Atualmente faço tratamento no Cmad e só tenho elogios a fazer ao trabalho e aos profissionais. Eles cuidam não somente do nosso físico, mas também do psicológico quando fazem coisa simples, como nos ouvir”, disse.

Atualmente o Cmad tem 1.778 pacientes cadastrados com diabetes tipo 1. A unidade fica na rua Tenente Rafael de Freitas, 530, bairro Patrimônio. O horário de funcionamento é das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira. Além dos curativos e atendimentos, o Centro é referência também para pacientes diagnosticados com diabetes tipo 2, que retiram os insumos e medicamentos para o controle da doença. Para este grupo, as consultas médicas são feitas na unidade de saúde mais próxima às suas casas.

 

Fonte: SECOM


Publicado em: 13/11/20
Subir

Fique por dentro

de tudo o que fazemos pela cidade.

  • Acompanhe